Olá Amigos!
Bem-vindos ao meu diário na internet. Espreitem as ligações do lado direito e conheçam-me melhor, aos meus amigos e ao meu Mundo. Não se esqueçam que podem sempre deixar-me uma mensagem.
Voltem sempre e não se esqueçam de cuidar da nossa Natureza!

Topas

Querem fazer parte da nossa mailing list, para serem os primeiros a saber as novidades do CEA - AdDP? Escrevam para cea@addp.pt (assunto: mailing list) e todos os meses receberão novidades nossas!

quinta-feira, julho 31, 2008

Resumo das actividades feitas até agora desde a última que escrevi

Com a ausência da máquina fotográfica e as milhentas actividades que temos feito no CEA, nem houve muito tempo para falar sobre elas. Mas hoje é o dia! Ora, por onde vamos começar? Pelo início. E aí vem a lista e as conclusões respectivas das crianças.


O Miguel e o Diogo tiveram de fazer uma cápsula do tempo. Esta irá ser procurada daqui a um ano e desenterrada. Vamos ver quem o irá fazer!


A Joana e a Catarina tiveram de fazer uma coreografia. Ainda não está terminada. A apresentação está marcada para a semana, pois ainda faltam as fatiotas. E vai haver dança no CEA!

Todos os dias, as crianças ajudam-nos a alimentar os peixes. Ouvi dizer que depois destas acções no CEA, eles chegam a casa e tratam os aquários como nunca trataram e os peixes sobrevivem!

Houve mais um texto sobre mim e a Borboleta da Couve. Sim senhor. Estes meninos têm uma imaginação...

As pedras tornaram-se minhas amigas. Porquê? Porque foram "tatuadas" com palavras amigas da Natureza.

Os meninos iniciaram os colares de gelo: faltam os fios e a diversão final!

Enquanto isso, fizeram-se brincadeiras científicas no laboratório - as folhas e os cabelos foram as personagens principais!


Registos fotográficos? Vamos ver na nossa arca fotográfica o que ficou:




Para o lanche? Pinc, poinc, poinc - PIPOCAS!

Conclusões escritas pelos participantes:

Nome da actividade: rega do composto e mexê-lo
Data: várias
Participantes: Catarina, Daniela, Joana e Raquel
A rega do composto, consiste em:
1º Passo: calçar as luvas, pegar no regador para podermos regar.
2º Passo: pegar na pá e mexer o composto ao mesmo tempo que regamos.
A compostagem e um conjunto de técnicas usadas para controlar a decomposição de materiais orgânicos, com a finalidade de ter no menor tempo possível um material estável, rico em húmus (matéria orgânica resultante da decomposição de animais e plantas mortas ou sub produtos) e nutrientes (elemento ou composto químico obrigatório para o metabolismo conjunto de transformações - de um organismo vivo.) minerais


Nome da actividade: criar uma pedra amiga do topas
D ata: 31-07-2008
Participantes: Miguel e Diogo Batista
Aprendemos que existem vários tipos de quartzo, o Diogo aprendeu que as plantas realizam a fotossíntese.
As nossas palavras foram:
- Sol e água
-Carpa e agrião
O Diogo escolheu o sol porque é amigo das plantas e ajuda a fazer a fotossíntese e escolheu a agua porque e o habitat do Topas.
O Miguel escolheu a carpa porque serve de alimento para o Topas e escolheu o agrião porque serve de refúgio de predadores naturais.


Nome da actividade: Cápsula do tempo
D ata: 31-07-2008
Participantes: Miguel e Diogo Batista
Com esta actividade concluímos que as cápsulas do tempo são boas para nos trazerem a memoria algumas recordações de anos anteriores. Ao fazer a cápsula do tempo tivemos de ir a internet pesquisar algumas notícias que estão a fazer de capa nos nossos jornais e algumas medidas preventivas tomadas para o bem do nosso pais, mas nem sempre é esse o resultado final.


Nome da actividade: pipocas
D ata: 31-07-2008
Participantes: Joana, Catarina, Miguel e Diogo
Nos sabemos que já existem muitos tipos e marcas de pipocas.
Já há pipocas próprias para cozinhar no microondas para os mais preguiçosos, mas para as pessoas que gostam de cozinhar só precisam dos ingredientes e bom apetite.

Receita:
5 Colheres de (sopa) óleo
Cobrir o fundo do tacho com milho por fim espalhar açúcar por cima das pipocas, ponha numa taça e sirva ainda mornas, são deliciosas.


Nome da actividade: colocação dos papa-beatas
D ata: 29-07-2008
Participantes: Catarina, Joana e Raquel
Papa-beatas tem uma função, muito simples mas que nos ajuda muito com a matéria ambiental. O papa-beatas serve para os fumadores, em vez de atirarem as beatas para o chão colocam dentro dos mesmos, para termos um ambiente limpo e mais saudável.


Nome da actividade: replantação do manjerico
Data: 29-07-2008
Participantes: Joana, Raquel e Catarina
Manjerico: o manjerico faz parte de uma tradição portuguesa e muito respeitado na cidade de Lisboa ate tem um feriado que lhe e dedicado que e no dia 13 de Junho, e feriado municipal. As festas de S. António começam logo no dia 12.
Todos os anos a cidade organiza as marchas populares, grande desfile alegórico que desce a Avenida da Liberdade. Muitas vezes os rapazes oferecem um manjerico a namorada ao qual equivale a um pedido de casamento.
O nosso manjerico estava a começar a murchar porque algumas pessoas cheiraram o manjerico com o nariz e então para isso não de voltar a repetir nos decidimos plantar esse mesmo manjerico no jardim. Canteiro das margaridas


Nome da actividade: origamis
Data: 28-07-2008
Participantes: Joana, Daniela e Catarina
Nos sabemos que um origami e uma arte japonesa de dobrar papel. A palavra “origami”, vem do chinês ori (dobrar) kami (papel) ao juntar as 2 palavras a pronuncia fica ”origami” geralmente todos começam por um quadrado e nunca se deve usar tesouras, cola, etc, ou seja e tudo manual.


Nome da actividade: bonecos da hora do conto
D ata: 28-07-2008
Participantes: Catarina, Joana e Daniela
Os bonecos da hora do conto são feitos a base de Cartão reciclado tintas paciência e muita diversão a mistura foi um trabalho muito engraçado e difícil.
As personagens da hora do conto são um pato, um sapo, peixes, nuvens, um amor-perfeito, uma orquídea, uma rosa branca, uma gota de água.
Tudo isso foi feito para criarmos uma hora para o espaço do conto.
O tema da hora do conto é os ecossistemas ribeirinhos.


Nome da actividade: rola comum / ninho
D ata: 28-07-2008
Participantes: Catarina, Joana e Daniela
A rola comum tem de comprimento cerca de 26-28 cm e de envergadura tem cerca de 47-53cm para de peso ter cerca de 130-180g.
Também pode ser chamada Rola, Rola Brava. O seu nome cientifico é Streptopelia turtur.
E membro da família Columbidae, que tem animais como rolas , rolinhas, pombas e pombos.
São um tipo de ave migratória que se desloca para locais no paleartico sul, como por exemplo para a Turquia e o norte de África.
Ninho:
O ninho normalmente e feito a base de ramos finos, muitas vezes e feito pela fêmea no topo das arvores ou arbustos altos, podendo também ser feito na vegetação, em locais tais como numa orla (linha que separa o mar da terra) ou em árvores isoladas.
FIM



*********************

Recebemos a visita da Família Moura: houve tempo para a colheita de hortelã, ver insectos à lupa e para conhecer melhor o ecossistemas ribeirinhos. Martinha, não te esqueças do acordo que fizeste com a Raquel: tens de ir mais vezes ao teu quintal e tocar e cheirar a Natureza!

quarta-feira, julho 30, 2008

Manhã de chuva, tarde de sol

Foi dia para plantar um manjerico: retirá-lo do vaso e colocá-lo num espaço maior. Assim, terá mais espaço para crescer, mais nutrientes e mais liberdade.

Enquanto isso, encontramos "novas margaridas" no canteiro:





Pois, nada disso!
Chamam-se papa-beatas. Já ouviram falar? Desta forma, as beatas não vão parar ao chão nem os fumadores necessitam de andar quilómetros até aos nossos contentores de lixo indiferenciado.



Vamos ver o que o S. Pedro nos reserva para amanhã! Ouvi dizer que ele ia estar em lágrimas...

terça-feira, julho 29, 2008

A compostagem de ontem


Os 3 ou os 5 R's? Vamos grafitar!


Ouvi dizer que a família dos 3 R's tinha aumentado. Agora passou a ter 5 elementos! Que família tão bonita! Ora vejam:

Repensar
Devemos criar novos hábitos de consumo, saber quais as prioridades e evitar os comportamentos de moda. Por exemplo, devemos consumir conforme as nossas necessidades e não porque nos apetece.
Reduzir
Devemos evitar a produção de resíduos e para isso é necessário rever os nossos hábitos de consumo.
Reutilizar
Podemos usar um material com outra função para qual foi inicialmente produzido. Um bom exemplo é a utilização dos frascos de vidro de salsichas para guardar as compotas que fazemos em casa no Verão.
Reciclar
Transformar, por meio de processo artesanal ou industrial, produtos usados em novos. Olhem, podemos usar jornais velhos parav fazer novas folhas de um caderno.
Recusar
Não comprar produtos que agridam a saúde e o meio ambiente. Devemos comprar pilhas recarregáveis, para as podermos usar variadas vezes.


Vamos lá praticar os 5 R's?

segunda-feira, julho 28, 2008

Música ribeirinha

Encontrei esta pauta entre muitas usadas por alguém que tocou acordeão há muitos anos atrás!



Muita música para todos, e se possível da tradicional portuguesa!

Com o problemazito na máquina fotográfica, hoje não é possível mostrar-vos como foi o dia

Mas vou falar-vos sobre ele!
Tivemos a habitual aula de ioga e algumas actividades do "Dia de...".
As meninas tiveram de saber o que era uma rola comum e construir um ninho para ela poder usar. Tivemos de fazer a típica rega do composto - com este calor de Verão não pode falhar!
E no fim do dia, a sorte ditou a construção de alguns origamis.

Ufa! Foi um grande dia.

sexta-feira, julho 25, 2008

Marte

Sabias que o planeta Marte será o mais brilhante no céu nocturno a partir de Agosto?
Pois é! Poderás observá-lo a olho nú e verás que ele é tão grande quanto uma lua cheia,
especialmente no dia 27 de Agosto, quando ele estará mais próximo da Terra. Marca na agenda: noite de 27 de agosto, às 00h30. Vais ter a impressão que estás a ver 2 Luas! Não percas, pois a próxima vez que Marte vai aparecer assim será em 2287.

Obrigada pela dica amiga Sónia!

Já agora, revejam este programa; poderão ver o nosso amigo Paulo a falar sobre mais uma planta.

Ciência Viva no Verão

Para que a Ciência nunca morra e tenha mais vida quando o tempo está mais livre, decidimos participar na Ciência Viva no Verão.




"O Topas vai para a cozinha e veste o avental". Mas não irei ser eu só a cozinhar: preciso da vossa ajuda! Por isso, toca a vestir os aventais e vamos-nos divertir!


Coloquem nas agendas: 25 e 26 de Agosto. Marquem já antes que as vagas se preencham!

Borboleta voa voa!

Como se tivessemos ido a uma espécie de Jardim Zoológico:







Hoje tivemos a visita de uma Pieris napi (será que é mesmo?). Enquanto as minhas amiguinhas faziam os seus trabalhos manuais, a borboleta decidiu dar um ar da sua graça e colorir este dia tão chuvoso. Posou, tal qual uma modelo, para a máquina fotográfica.





Tivemos, com ela, a oportunidade de fazer mais uma curta do CEA!
Deliciem-se: tem banda sonora e tudo!


video

quinta-feira, julho 24, 2008

O Bicho Pau



Ontem, enquanto almoçavamos nas nossas mesas de piquenique (às quais nós simpaticamente apelidamos de cogumelos piquenique!), encontramos uma espécie nunca por nós aqui vista: o bicho pau (Phiblossoma phyllinum).


Estive a ler um pouco sobre este insecto e descobri que ele tem esta aparência como estratégia de sobrevivência, pois trata-se de camuflagem pura. O Bicho-pau é muito parecido com galhos de árvores, tanto na forma quanto na cor.
Pelos vistos, permanece completamente paralisado por horas. As pernas ficam esticadas, as da frente encobrindo a cabeça e as antenas. É preciso ser muito observador para identificá-lo no meio dos galhos secos. Mas este estava mesmo em cima duma das nossas mesas.
Os ovos destes insectos são muito parecidos com sementes. Lançados ao acaso no solo pelas fêmeas, sem nenhuma protecção especial, eles podem ficar mais de um ano inactivos, antes de eclodir. Quando se tornam adultos chegam a atingir 22cm de comprimento, sendo considerado o insecto mais longo do mundo e os machos diferenciam-se das fêmeas por serem menores, mais finos e possuírem pequenas asas que lhe permitem realizar pequenos vôos.




Este moveu-se muito rápido, pois deve ter ficado assustado com os meus amiguinhos.


Estou surpreendido!

O Centro de Educação Ambiental - antes e depois

O CEA antes de ser construído era uma casa velhinha. Viviam lá senhores que depois morreram.
A AdDP viu a casa e depois mandou construir o Centro de Educação Ambiental que está agora muito giro e vão lá muitas pessoas.

Daniela e Catarina Bessa.

Se quiserem saber mais sobre a Construção do CEA venham ver a exposição permanente: CEA - Do Passado ao Presente com Rumo ao Futuro.

quarta-feira, julho 23, 2008

Conclusões das actividades de hoje

I - Colheita de Ameixas
Aprendemos que nesta época, ou pelo menos, nestas ameixoeiras, não há ameixas e a sermos pacientes.



II - Papagaio
Aprendemos a reutilizar e que para o papagaio voar necessita de vento.



III - Lanternas
Aprendemos a usar protecção nas mãos quando manuseamos objectos cortantes e a reutilizar.





IV - Pinturas de Rorschach
Aprendemos a fazer borrões de tinta com formas estranhas

V - Croché de Sacos Plásticos
Aprendemos a reutilizar sacos, a sermos pacientes e a fazer croché.

E um último exercício para acalmar os corpos e os corações: descobrir os apontamentos ambientais em músicas tão antigas como a "Desfolhada".

Qual a diferença?

Qual é a diferença entre mim e a toupeira que anda na terra?


Cliquem neste documento e saibam tudo!

Talpa occidentalis

Dia de imensas actividades e muitos amiguinhos aqui no CEA

Este foi o resultado cinematográfico de uma pequena brincadeira. Vamos chamar-lhe "Olhó papagaio!".

Mais uma curta do CEA.


video



Entretanto, ficam aqui os registos fotográficos de mais um Dia de... MUITAS TAREFAS!

PAPAGAIO:


terça-feira, julho 22, 2008

Dia de jogo de memória e rega de composto





A ver o que diz a sorte amanhã!

Textos, textos e mais textos

O desafio era imaginarem um "texto ambiental". Nasceram estes textos:

Pela Catarina
Topas e a Borboleta-da-Couve
Era uma vez uma borboleta que era muito bonita mas que não sabia....
Essa mesma borboleta gostava muito de se divertir com os amigos, ela era divertida, responsável, amiga maluca (no bom sentido), amiga, etc...
Era muito amiga de uma toupeira de água mais conhecida por Topas…
O Topas é simpático, alegre, gentil, cavalheiro, amigo, etc…
Este e o Topas…
Ele só tem um pequeno problema…
Vê muito mal…
Eles dois gostam muito de passear juntos de mãos dadas nunca se chateiam porque lidam bem com as situações que lhes acontecem… são amigos inseparáveis andam sempre juntos ela ajuda-o e ele faz o mesmo…
Por isso se dão tão bem e gostam muito de falar de ambiente dizem o que acham que está mal…às vezes não têm a mesma opinião mas respeitam-se pois são amigos verdadeiros…



Pela Daniela
TOPAS E A BORBOLETA DE COUVE
Era uma vez uma borboleta que tinha acabado de nascer e ai era toda azul; era linda
até que quando cresceu ficou com a cor de couve e todos gozavam com ela até que um
dia foi falar com um grande amigo dela.

Era uma toupeira de água.
Olá Topas, podes-me ajudar?
-Claro. O que tens?
-Olha, todos gozam comigo por eu ter a cor de couve!
-Olha tu não podes ficar triste tu até com essa côr és linda!
-Mas nínguém é meu amígo!
- Téns a certeza?
- Tenho!
- Eu não sou teu amigo?!
-Sim desculpa!
-Olha, faz uma coisa por mim.
-Faço sím!
- Não ligues ao que as pessoas te dizem!
-Sím.

No outro dia ela foi para a escola e gozaram com ela e ela fez o que o Topas disse e
sentiu-se muíto melhor.
Deves sempre seguir o que os teus amigos te dizem; como a borboleta fez.

Fim.

Do fim semana...

... ficaram os restos dos jogos populares do nosso Clube Douro e Paiva em que o CEA participou, organizando um pedipaper que decorreu nas instalações AdDP - complexo de Lever (foi uma espécie de "descobre o que é isto para poderes chegar à pista seguinte") e uma manhã de pedaladas na segunda Bike Tour do Porto (fico com a esperança que com as estradas fechadas a automobilistas e que com a quantidade de ciclistas que aderiram à iniciativa, a cidade do Porto tenha ficado um pouco mais verde por umas horas, devido à diminuição de emissões de dióxido de carbono).



segunda-feira, julho 21, 2008

Conclusões das actividades anteriores do "Dia de..."

Por Catarina e Daniela Bessa:

"Móbil"
Aprendemos a trablhar com protecções e a reutilizar.

Bonecos
Aprendemos a usar coisas que a Natureza nos dá e a fazer bonecos em 3 dimensões.

Compota de maçã
Aprendemos a procurar receitas culinárias na internet, a colher frutos, a cozinhar, a esterilizar os frascos de vidro que vão ser usados para guardar a compota e aprendemos o que é uma compota biológica.

Lima limão!


Não, não é o fruto, é apenas a família mais doce que nos visita desde o ano passado: vem sempre recheada de bolos e bolinhos para nos adoçar.
Experimentamos o "Dia de..." e saiu-lhes a construção de um caderno original.
Querem ver como foi?





O piquenique teve de ser interior, pois estava muito calor lá fora...




Muito, muito obrigado pela simpatia, pelas ofertas e pela troca de ideias e afins.





Estejam descansados, pois o certificado vai hoje pelo correio!

 
eXTReMe Tracker